Jorge de Lima é um dos mais ilustres representantes da moderna vanguarda literária brasileira. É autor de uma obra extensa, que atravessou diversas fases e estilos, desde sua estreia neo-parnasiana, com os XIV Alexandrinos (1914), até seu último poema épico, A Invenção de Orfeu (1952), passando pelos versos livres de A Túnica Inconsútil (1938), entre outros tantos títulos. Caracterizou-se por uma investigação incansável de temas e formas fundamentais da brasilidade, moldando-as de acordo com sua visão de mundo influenciada pela mística cristã e pelo surrealismo. A um tempo regionalista e universal, popular e erudito, clássico e moderno, o caráter multifacetado de suas criações literárias desafiam até hoje a compreensão por parte da crítica.

Somem-se a isso as suas criações como artista plástico. Apesar de ser uma faceta menos conhecida do artista, ela não é menos significativa. Além de se dedicar ao desenho e à pintura, Jorge de Lima foi o primeiro artista brasileiro a produzir fotomontagens.

Esta exposição reúne as fotomontagens feitas por Jorge de Lima entre os anos 1930-40. Algumas dessas imagens fizeram parte do livro “A Pintura em Pânico” (1943) que dá nome à exposição, e são aqui, pela primeira vez, apresentadas na íntegra. Ao patrocinar este evento, a CAIXA reitera sua contínua responsabilidade de valorizar o patrimônio artístico brasileiro, promovendo e divulgando uma obra rara que, apesar de fazer parte da história da arte nacional, permanecia desconhecida e inacessível ao grande público.

Caixa Econômica Federal

Visitação: de 16 de março a 02 de maio de 2010 - Terça a sábado, das 10 às 22h - Domingo, das 10 às 21h
Local: Caixa Cultural RJ – Galeria 1 - Av. Almirante Barroso, 25 - Centro - Rio de Janeiro
Curadoria: Simone Rodrigues

Visita Guiada com a curadora: 07 de abril, às 18:30h

Lançamento do catálogo da exposição e Mesa redonda com Angela Magalhães, José Niraldo de Farias e Simone Rodrigues, “O Surrealismo na Poética de Jorge de Lima e a Fotografia Moderna no Brasil”, em 29 de abril às 18h.